"Errar é humano, mas também é humano perdoar. Perdoar é próprio de almas generosas". Platão 427-347 a.C.